Aprenda Sobre Recursos Energéticos no curso “Consumo Consciente de Energia” do SENAI

Faz parte do trabalho do eletricista conhecer tudo sobre instalações elétricas e a a maneira segura de aplicar essas instalações no projeto do cliente. Mas, para ser um eletricista consciente, você deve ir além: além de possuir o conhecimento técnico sobre instalações elétricas, é muito importante saber sobre a atual situação dos recursos energéticos em nosso país, como eles são gerados e os impactos que a má utilização gera na vida de todos nós. Pensando nisso, o SENAI criou o curso online  “Consumo Consciente de Energia”, voltado para profissionais da área.

energia_consciente

O curso, que é realizado totalmente online, possui aulas dedicadas a cada uma das diferentes fontes de energia, e explica como elas funcionam. Além disso, ensina boas práticas de consumo energético para você aplicar em casa e ensinar a todos os clientes e amigos. A carga horária total de 14 horas, e a decisão de como e quando assistir cabe ao aluno, já que o ambiente de aprendizagem fica disponível do dia 1º ao dia 25 de cada mês. Ao fim, o aluno pode emitir um certificado de conclusão caso obtenha mais de 70% de participação no curso.

Confira o conteúdo programático do curso:

  • Energia Elétrica? Volts? Watts?
  • Consumo de Energia Elétrica no Brasil
  • Usinas Hidrelétricas
  • Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs)
  • UHEs – As Usinas Hidrelétricas de Energia
  • Termoelétricas
  • Usinas Eólicas
  • Usinas Nucleares
  • Padrão de Tensão Elétrica por Região
  • Impactos Ambientais
  • Energias Renováveis
  • Consumo Sustentável
  • Programa Brasileiro de Etiquetagem
  • Boas Práticas Domésticas

Para se inscrever ou obter mais informações, clique aqui ou entre em contato pelo email suporte@eadsenaies.com.br.

Ajude seus Clientes a Economizarem Energia com as 7 Dicas Simples

Não é raro ouvir dos clientes e amigos reclamações sobre os aumentos do preço da eletricidade e como a conta está ficando cada vez mais cara. Você, por ser um Eletricista Consciente, deve sempre alertar que instalações antigas, além de serem perigosas, também consomem mais energia e ajudam a deixar a conta mais pesada no fim do mês. Mas e além disso, como você pode ajudar? Separamos 7 dicas simples e fáceis para você ajudar seus clientes e amigos a transformarem hábitos ruins – e gastões – em atitudes simples e econômicas. Com as dicas a seguir, reunidas pelo G1, você irá colaborar para o consumo consciente de energia elétrica e ganhar pontos com seu cliente. Veja a lista a seguir:

1. Recomende aparelhos elétricos eficientes (e ensine a usar com eficiência)

Sabe aquela máquina de lavar que é da época da vovó? Ou as lâmpadas incandescentes espalhadas pela casa? Muitas vezes, eletrodomésticos e equipamentos antigos consomem muito mais energia do que aparelhos mais novos. Recomende que o cliente substitua os eletrônicos antigos por aparelhos novos e eficientes, com o selo do PROCEL. Explique para ele que os aparelhos antigos também possuem maior chance de causar um curto-circuito.

cópia de shutterstock_108074822

2 – Recomende desligar o computador se não for utilizar dentro de uma hora

Pode não parecer, mas computadores do tipo Desktop costumam consumir bastante energia elétrica, sendo comparável ao consumo de uma máquina de lavar. Ao deixar ele ligado 24h por dia, ele gasta mais energia e pode acabar estressando as peças delicadas, que correm o risco de estragarem mais rápido. Recomende que o cliente desligue o computador caso não vá usar em seguida, economizando uma quantidade considerável de energia.

3 – Aproveitar a luz natural

Uma dica simples e fácil de por em prática: Aproveitar a luz natural ajuda na economia e deixa a casa mais confortável. Dê a sugestão de trocar a cor de paredes escuras por tons mais claros, que refletem a luz natural.

4 – Evitar usar a função stand-by dos aparelhos

Por mais que seja cômoda, a função “Stand-By” (ou “modo espera”) dos aparelhos eletrônicos consome energia elétrica. Dependendo da quantidade de aparelhos ligados, faz diferença no fim do mês. Recomende desligar da tomada aparelhos que não sejam usados com frequência, para que não consumam nenhuma energia.

5 – Escolha lâmpadas fluorescentes ou LED

Confortáveis e bonitas, as lâmpadas incandescentes são um vilão da economia: gastam 90% da energia que consomem gerando calor, e apenas 10% para gerar luz. Ao verificar que é necessário trocar as lâmpadas, dê a sugestão de trocar por lâmpadas de LED ou Fluorescentes, que economizam um bom dinheiro a longo prazo, já que duram mais e consomem menos. Lembre seu cliente que já existem luzes LED de tom amarelado, gerando a mesma sensação confortável das lâmpadas incandescentes.

cópia de shutterstock_280630649

6 – Utilizar a função “timer” das TVs

Se o cliente é daqueles que não consegue dormir sem a televisão ligada, recomende que ele repense esse hábito: De 5% a 15% do consumo total de uma residência é causado pelo televisor. Sugira que ele utilize a função “timer” do televisor, para que ele desligue automaticamente e não consuma energia a noite toda.

7 – Estabilize a temperatura do ar condicionado

Essa, você sabe de cor: O Ar condicionado  é um dos maiores vilões de consumo, principalmente quando fica ligado o tempo todo em temperaturas baixas. Uma maneira de economizar é utilizar ele no máximo para gelar o ambiente, e depois equilibrar em uma temperatura confortável, acima dos 21º graus.

Compartilhe essas dicas com parentes, amigos e clientes, e não esqueça de colocar elas em prática na sua casa também! Consumir eletricidade de forma consciente é bom para todos. 😉

Fonte