Sete Pecados da Elétrica: Preguiça – Paulo Cesar Gonçalves

Preguiça é um dos piores pecados na eletricidade. Porque preguiça em eletricidade pode matar. Mas a verdade é que fazer as coisas direito dá trabalho, muito trabalho. Veja o relato do Paulo Cesar, um dos participantes mais ativos do Programa sobre um trabalho para o qual ele foi requisitado.

 

“O presente relatório visa relatar as condições de segurança com relação às instalações elétricas do imóvel.

Na atual vistoria, foram inspecionados os seguintes sistemas:

  1. Proteção contra descargas atmosféricas – SPDA (Sistema de proteção contra descargas atmosférica) e MPS (Medida de proteção contra surtos).
  2. Quadro de entrada de energia.
  3. Quadros de distribuição.
  4. Aterramento de proteção.
  5. Sistema de combate a incêndio.
  6. Prontuário das instalações elétricas.

Informamos que conforme Previsto na NR10, o Prontuário da Instalação Elétrica (PIE) é um acervo que deve conter todos os documentos relevantes relativos à instalação e deve conter:

  • Plantas; Esquema unifilares, multifilares ; Detalhes de montagem, quando necessário; Memorial descritivo da instalação; Especificação de componentes (descrição, características nominais, e normas a atender); Parâmetros de projeto (carga instalada, corrente de curto circuito, queda de tensão, fatores de demanda considerados, etc).

Saliento que a edificação está sem a barra do aterramento de proteção e sem barra de equipontecialização exigidos pela NBR 5410/04 e NBR 5419/15, conforme norma de instalações elétricas é obrigatório todos os circuitos elétricos possuir um sistema de aterramento que minimize os efeitos de choque de contato direto ou indireto, visando a segurança dos usuários, efeitos destrutivos das descargas atmosféricas e sobretensões elétricas dos equipamentos eletrônicos e também das edificações.

Os cabos elétricos instalados com disjuntores de proteção super dimensionados, em desacordo com a NBR: 5410, podendo ocasionar curtos circuitos pela sobrecorrente , nos circuitos elétricos.

DPS no quadro elétrico de entrada de energia deve ser do tipo I e II, conforme NBR 5419/15, o quadro consta a ausência barra de equipontencialização principal (BEP) e demais quadros de distribuição além do DPS, consta a ausência dos DRs para as áreas úmidas conf. NBR 5410

Após revisão das instalações elétricas a empresa instaladora deverá fornecer manual da IT – 41 Inspeção visual das instalações elétricas do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, emitida por engenheiro eletricista, laudo do PDA (Proteção contra descargas atmosférica), conforme NBR5419/15.

A edificação está desprovida de sistema de combate a incêndio, como central de alarme de incêndio e botoeiras liga/desliga, iluminação de emergência, não foi verificada a necessidade de bomba de incêndio, hidrantes e extintores.”

 

O Paulo Cesar compartilhou isso com a gente e é uma ótima referência para quando você for fazer um trabalho. Portanto, nada de preguiça: fazer as coisas bem feito dá trabalho mas compensa.

Sete Pecados da Elétrica – Albérico

Veja o relato que o Albérico Menezes Santos enviou:

“Mudamos para um apartamento e eu fui investigar as instalações elétricas do edifício e me deparo com isso aqui (vide foto).  A chave geral do prédio é de 100A, uma das fases está “protegida” com um fusível NH cerâmico de 100A, mas com uma ligação direta (jump) feita com cobre. Questionando o síndico, ele me informou que fez isso pois os fusíveis sempre abriam. Já estamos resolvendo a situação e iremos atualizar os quadros e fazer o equilíbrio de cargas. E tem outros problemas por causa da idade do prédio: 40 anos e a falta de atualização do sistema elétrico. Que perigo!”

E você, quantas vezes já se deparou com problemas assim? O difícil é dizer se a causa é Preguiça ou Avareza: tem gente que não faz para não gastar; outros não fazem porque sempre deixam para o dia seguinte.

Seja qual for o caso, a missão de um Eletricista Consciente é essa: levantar esses problemas e resolver antes que consequências mais graves aconteçam. Vejam o caso dos edifícios vítimas de curto-circuito que reportamos em 2 notícias recentes. O primeiro, infelizmente, acabou em tragédia. O segundo também poderia mas, felizmente, as consequências foram apenas materiais.

Sabemos que não é fácil fazer esse trabalho num país que não planeja, que busca sempre gastar o mínimo com segurança e onde a fiscalização das autoridades não é feita da maneira correta. Mas nada é fácil.

O objetivo do Programa Eletricista Consciente, em conjunto com o Programa Casa Segura, é mudar esse cenário, levando conhecimento para os profissionais e conscientização para os consumidores.

E aí, qual é a sua história? Conte para a gente!

Sete Pecados da Elétrica: Avareza – Leonardo Santos Souza

Você conhece a Avareza, um dos 7 Pecados Capitais?

Muita gente acredita que não gostar de gastar dinheiro e ser avarento é a mesma coisa. Mas não é. Por ser um Pecado Capital, a Avareza representa mais do que tentar economizar alguns tostões.

Veja o caso que o Leonardo Santos Souza nos enviou:

  • “O cliente solicitou outro serviço, mas fazendo a inspeção do sistema elétrico me deparei com uma emenda muito mal feita. Expliquei os possíveis prejuízos, mas o cliente não quis que consertasse no momento. “Tenho outras prioridades”, disse. Infelizmente tive que aceitar a decisão. O problema é que não era apenas um conserto mal realizado. Considero uma gambiarra, porque estão conectados 2 pontos de iluminação, 3 tomadas e mais uma tomada pra máquina de lavar, tudo isso a um único disjuntor, que é o geral. Isso gera um risco de aquecimento nos condutores muito grave.”

 

Pois é, nesse caso fica clara a diferença entre não querer gastar e ser avarento. O problema identificado pelo Leonardo gera uma situação de risco alto de acidentes, seja um curto-circuito ou até mesmo um incêndio. Muitas vezes o cliente não tem dinheiro para gastar numa reforma ou conserto para deixar suas instalações livre de riscos. Porém, a situação é bem diferente quando o investimento é necessário para preservar vidas e o patrimônio. O que o cliente não vê nessas horas é que o barato vai sair caro: não gastar um pouco agora significa gastar muito depois.

 

E como você, eletricista, pode ajudar a mudar isso? O segredo é a informação. Veja a situação acima: não bastasse muitas ligações num mesmo disjuntor, essas ligações consomem muita energia; para piorar, o disjuntor é o geral. Aliás, essa é uma situação bastante comum por aí: disjuntores gerais sendo usados como quadro de distribuição. Essa ligação direta não apenas dificulta o correto diagnóstico de problemas como gera uma sobrecarga que não há projeto que suporte. Sem contar que, não raro, o disjuntor geral é trocado por um mais potente sem nenhuma avaliação se a fiação aguenta essa potência.

 

Não tenha medo de se posicionar nessas horas. Aceitar um conserto meia boca que ignora ou tenta contornar esse tipo de problema é colocar não apenas o cliente em risco mas a sua reputação. Se acontecer algum acidente mais tarde, talvez não lembrem que o dono era avarento mas com certeza vão lembrar que um eletricista foi contratado e não evitou o acidente.

 

O conteúdo do Programa serve para ajudar você em situações diversas como essa. Conte sempre com a gente.

Sete Pecados da Elétrica : Gula – Elis de Oliveira

Elis nos mandou o seu pecado, a Gula. Você se identifica?

 

“O pecado que mais me identifico é o da Gula. Antes de me aposentar, eu fazia turno extras quase todos os dias. Chegava em casa de noite e saía cedo no dia seguinte para ir trabalhar novamente. Nos finais de semana, fazia pequenos reparos em lojas e residências. Hoje em dia percebo que errei e o quanto prejudiquei minha saúde.”

 

Trabalhar duro não faz mal. Mas existe um limite, do corpo e da mente, que deve ser respeitado. E existe também o bom senso. O pecado da Gula, o original, condenava quem comia não apenas para se satisfazer ou por prazer, mas quem comia sem saber a hora de parar.

Na vida, tudo é assim: se você trabalha além do que precisa e além do que seu organismo aguenta e faz isso só para não deixar nada passar, você pode até ganhar dinheiro, mas vai acabar gastando boa parte cuidando da saúde. Que tal criar um grupo de profissionais amigos e compartilhar essas oportunidades? Dessa forma, se o volume de trabalho começar a ficar acima do que você pode aguentar, é só pedir ajuda para o grupo. E se todos fizerem isso de forma transparente e honesta, todos ganham: você, seus amigos e os clientes.

E você, como lida com isso? Como coordena a necessidade de ganhar mais e não perder oportunidades com o descanso e o lazer? Como equilibra o trabalho e a família. Envie você também a sua história sobre os 7 Pecados da Elétrica.

 

Aqui no Programa Eletricista Consciente temos muitas ferramentas para ajudar você na sua jornada. Temos os Fascículos, os Artigos Técnicos, os vídeos e o conteúdo mais concorrido, os Webinars. E temos também o APOIE, para simplificar sua vida na hora de um orçamento, e o site Encontre Seu Eletricista, para gerar novos negócios.
Por isso, sua participação é tão importante: o Programa é seu. Assista, participe, interaja. Você só tem a ganhar com isso.

Sete Pecados da Elétrica: Ira – Janilson Santos

O Janilson Santos nos mandou o seu pecado. Você se identifica?

“Quando realizo algum trabalho, não abro mão da segurança e da qualidade do serviço; prefiro não fazer a deixar esses dois quesitos de lado. A minha ira foi comigo mesmo, e por isso não acabou em discussão.

Seria hipocrisia da minha parte, fazendo parte do Programa Eletricista Consciente e associado da ABRACOPEL, cobrar dos clientes a segurança da instalação de um DR se em minha casa não tivesse esse dispositivo. Por isso coloquei primeiro em minha casa para eu ter consciência que estou fazendo o certo. Sei que ainda tenho que melhorar muito. Primeiro eu tiro o cisco do meu olho, e depois eu vejo se tem alguma sujeira no trabalho ou na instalação de alguém.

O Eletricista Consciente está sendo o diferencial em minha profissão; me orgulho de fazer parte desse Programa.”
No caso do Janilson ele fez o certo: primeiro deu o exemplo para depois cobrar. Isso permite que ele seja intransigente quando o assunto é segurança e qualidade. E pode até ficar “irado” quando algum cliente achar que pode deixar essas coisas de lado (claro que sem perder o controle, né?)…
Aqui no Programa Eletricista Consciente temos muitas ferramentas para ajudar você na sua jornada. Temos os Fascículos, os Artigos Técnicos, os vídeos e o conteúdo mais concorrido, os Webinars. E temos também o APOIE, para simplificar sua vida na hora de um orçamento, e o site Encontre Seu Eletricista, para gerar novos negócios.
Por isso, sua participação é tão importante: o Programa é seu. Assista, participe, interaja. Você só tem a ganhar com isso.