Acidentes com eletricidade voltam a crescer

O Anuário Estatístico de Acidentes de Origem Elétrica 2020 (ano base 2019) apresentado em 04 de março pela Abracopel – Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade, mostra um aumento em todos os dados apurados.

As mortes por choque elétrico que, em 2018, vitimaram 627 pessoas, em 2019 chegou a 697, um aumento de 12%. Já os incêndios originados em sobrecargas de energia e posterior curto-circuito subiram ainda mais: em 2018 foram 537 incêndios com 61 mortes; 2019 fechou com 656 incêndios e 74 mortes, neste caso o aumento foi de 23%. Os acidentes com descargas atmosféricas (raios) aumentaram de 51 para 85 ocorrências e de 38 para 50 mortes, de 2018 para 2019.

A região Nordeste continua campeã nos números de ocorrências e mortes. A região Sudeste vem em segundo lugar, em seguida a Região Sul, o Norte e o Centro-Oeste.

Quando tipificamos os acidentes, verificamos que historicamente dois locais sempre se destacaram, tanto na série histórica como também no ano de 2019: as residências e a rede aérea de distribuição. Em 2019, a rede aérea vitimou 206 pessoas, já as casas (aí se somam apartamentos, sítios, fazendas) somaram 228 mortes.

 

O que fazer?

Não podemos deixar que esta tendência permaneça. Precisamos urgentemente tomar medidas de alerta para a população leiga e profissionais da área, no sentido de buscar uma mudança neste cenário que nos é apresentado.

Falar de números e dados parece algo muito frio, mas os números, em sua frieza, nos mostram a realidade e, principalmente, nos indicam caminhos para mudarmos essa realidade. Importante salientar que quase 100% destes acidentes não deveriam ter acontecido se as pessoas fossem mais informadas a respeito dos riscos que a eletricidade oferece quando não é respeitada.

Falar de mortes é muito ruim, por isso vamos falar de vidas e de como podemos preservá-las.

Anuário Estatístico de Acidentes de origem elétrica 2020

Neste dia 02 de maio de 2019, a Abracopel lançou seu Anuário Estatístico de Acidentes de Origem Elétrica 2019 – ano base 2018.

O documento representa um autêntico e legítimo levantamento estatístico dos acidentes – com e sem morte, que acontecem no Brasil. Segmentado por tipo de ocorrência – choque elétrico, incêndio gerado por sobrecarga ou descarga atmosférica (raio), e também por gênero, faixa etária, profissão, atividade, localidade, dentre outros, o Anuário mostra com a frieza dos números que, a cada dia, duas pessoas morrem em acidentes cuja origem é a eletricidade.

Agora baseado nos números de 2019 será lançado oAnuário Estatístico de Acidentes de Origem Elétrica 2020 e você não pode ficar de fora!

Proteja seus equipamentos eletrônicos antes que eles sejam descobertos pelos raios!

Descargas atmosféricas podem danificar um equipamento eletrônico que esteja há centenas de metros de seu ponto de impacto. Além de danos permanentes, descargas atmosféricas provocam interrupções temporárias ou redução da vida útil de televisões, computadores, ou outros aparelhos que utilizem semicondutores.

Segundo as normas técnicas nacionais, a proteção das instalações eletroeletrônicas contra os efeitos diretos e indiretos das descargas atmosféricas é obtida pela utilização de Dispositivos de Proteção contra Surtos (DPS).

A Clamper é a pioneira no Brasil na fabricação de DPSs, há 28 anos protegendo nossas instalações elétricas contra os efeitos das descargas atmosféricas.

Para que os equipamentos estejam protegidos estejam onde estiverem, a Clamper desenvolveu a sua linha Plug e Use, prática e eficiente, para a proteção das entradas de energia e sinal contra os surtos de tensão ou corrente. Conheça mais sobre ela em https://www.clamper.com.br/produtos-clamper-dps-dispositivos-de-protecao-contra-surtos/linha-plugue-use/

27 de Novembro: dia D da segurança com eletricidade

Dia D: ações tentam reduzir número de choques elétricos, que matam duas pessoas por dia no Brasil. Parceria entre instituições públicas e empresas do setor elétrico resultará em ações em diversas partes do estado neste dia 27 de novembro

Hoje,  27 de novembro, instituições públicas e concessionárias de energia elétrica unirão forças para alertar a sociedade sobre a importância da prevenção para evitar a ocorrência de choques elétricos. No “Dia D da Segurança com Eletricidade”, os parceiros realizarão uma série de atividades em todo o estado de São Paulo e nas redes sociais para chamar atenção sobre os riscos e dar orientações de como prevenir os acidentes. Participam da iniciativa o Ministério Público do Trabalho, os Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (CERESTs), a Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (ABRACOPEL), as empresas CPFL, EDP, Elektro e ENEL, responsáveis pelo abastecimento de energia no território paulista, sindicatos e outras entidades da sociedade civil.

A mobilização tem como objetivo reduzir os números de acidentes com choques elétricos, seja em casa, seja trabalhando em uma obra, seja tocando em um fio na rua. São muitas as possibilidades de acidentes e poucas as chances para as vítimas. A ideia é usar a informação como arma para prevenir tais ocorrências.

Clique aqui para ler a matéria completa da Abracopel!

Evento ABRACOPEL Etapa Fortaleza

 

Esta semana, dias 6 e 7, teremos o último evento do ano, da ABRACOPEL, em Fortaleza. Você não pode ficar de fora de uma evento com tanto palestrante bom e assunto de primeiríssima importância. O melhor deixamos para agora: a inscrição é 1 kilo de alimento e 1 lata de leite em pó.

Clique nas imagens abaixo para se inscrever!