3 áreas que devem ser exploradas no mercado de automação residencial

No artigo passado, abordamos como os mercados da Internet das Coisas precisam criar valor constante por meio da expansão de sua rede e pretensões de seus stakeholders. As exigências sobre as empresas são cada vez maiores. Já não é preciso ter apenas eficiência técnica, mas alta diferenciação de serviços de seus concorrentes.

O que não ocorre aos empreendedores é que as oportunidades muitas vezes estão aos olhos de seu próprio negócio ou nas especificidades de seus clientes. Esta percepção tem de ser ainda mais apurada no período de crise.

Se um fator que ficou evidenciado com a evolução da Internet das Coisas, foi a importância dos pequenos empreendimentos para a inovação constante de seu ecossistema de negócios.

Clique aqui para ler a matéria completa!


Voltar