Nordeste bate novo recorde de geração de energia solar e eólica

Região bate recorde novamente após dois dias de ter registrado a então maior geração fotovoltaica de sua história

O Nordeste bateu novos recordes de geração de energia solar e eólica, no dia 12 de novembro, apenas dois dias após ter registrado a maior geração fotovoltaica de sua história, informou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

De acordo com nota do órgão, a geração solar chegou a 1,21 GW às 10h33, com fator capacidade de 95,3%, em momento em que representava 9,9% da carga da região. A geração fotovoltaica instantânea já havia batido recorde na manhã do dia 10 de novembro, quando somou 1,16 GW.

Já a energia eólica atingiu pico de geração instantânea às 22h, com 9,75 gigawatts (GW) e fator capacidade de 83,2%, o que foi suficiente para atender a 78,8% da carga nordestina no momento do recorde, superando marca de 23 de setembro.

Clique aqui para ler a matéria completa!

Feliz Natal!

Que este Natal seja repleto de paz e amor, fazendo brilhar o melhor de cada um de nós com a máxima energia e luz. Feliz Natal para todos os participantes e seus familiares.

Última semana para pontuar – fim de ano 2019!

Parece incrível mas mais um ano e mais uma rodada estão acabando.

Terça, dia 31, é o último dia para pontuar.

Se você ainda quer garantir sua premiação do trimestre, corra!

2020 vem ai cheio de novidades!

Aproveite.

Depois de pronta, Belo Monte quer erguer usina térmica para compensar baixa produção de energia

Norte Energia já fez uma consulta formal à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), pedindo autorização para que mude seu estatuto social; usinas térmicas são mais caras e poluente

BRASÍLIA – Depois de gastar R$ 40 bilhões para erguer a hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, um projeto que desde o início teve a sua viabilidade financeira questionada por causa da forte oscilação do nível de água do Rio Xingu, a concessionária Norte Energia, dona da hidrelétrica, quer agora autorização para construir usinas térmicas – mais caras e poluentes – nos arredores da hidrelétrica, para complementar sua geração de energia.

O Estado apurou que, nas últimas semanas, a Norte Energia já fez, inclusive, uma consulta formal à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), pedindo autorização para que mude seu estatuto social e libere a concessionária para erguer as usinas térmicas e “investir diretamente ou por meio da participação em outras sociedades, como subsidiária integral”.

Hoje, a Norte Energia é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE), ou seja, uma empresa que tem como único objetivo construir e explorar a hidrelétrica de Belo Monte, pelo prazo de 35 anos. Seus sócios são a estatal Eletrobrás, que detém 49,98% da operação, os fundos de pensão Petros, da Petrobrás, e Funcef, da Caixa (com 20%, no total), e as empresas Neoenergia, Vale, Sinobras, Light, Cemig e JMalucelli. Juntas, elas querem agora mudar sua própria natureza para investir em outros empreendimentos.

Clique aqui para ler a matéria completa do Estadão!

Seção 6.6.6 – Fontes de segurança | TECNOFLIX

Na seção 6.6.6 a NBR 5410 trata das chamadas fontes de segurança, que tem a função de alimentar os circuitos e os respectivos equipamentos de segurança.

Podem ser usadas como fontes de segurança: baterias de acumuladores, geradores independentes da fonte normal, alimentação derivada da rede pública de distribuição e efetivamente independente da fonte normal.

A alimentação provida pela fonte de segurança pode ser não automática, quando sua entrada em serviço depende da ação de um operador, ou automática, quando sua entrada em serviço não depende da ação de um operador.

Clique na imagem abaixo para assistir ao vídeo!