Escolas serão geradoras de energia fotovoltaica no Paraná

Governo do estado vai transformar cerca de 4 mil instituições m unidades provedoras de eletricidade limpa e renovável

O governo do Paraná permitirá que as cerca de 4 mil escolas municipais do estado se tornem unidades geradoras de energia solar fotovoltaica. O objetivo é promover a autossuficiência energética nas unidades de ensino.

Foi assinado um memorando de entendimento para que o projeto saia do papel. O documento conta com as assinaturas do secretário de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas e superintendente do Serviço Social Autônomo (Paranacidade), João Carlos Ortega, da agência de fomento do estado (Fomento Paraná) e do Green Building Council Brasil (GBC BR), responsável por emitir selos de eficiência energética reconhecidos internacionalmente.

Prefeituras de seis municípios terão R$ 30 milhões do Sistema de Financiamento dos Municípios (SFM) na primeira fase do projeto, disponibilizados pela Fomento Paraná para a instalação de painéis solares em 180 escolas, mediante contrapartidas do poder público.

A Copel também vai contribuir para o projeto, com seu programa de eficiência energética, sendo responsável por analisar as necessidades de demanda de energia de cada escola. O foco é tornar equipamentos instalados, como lâmpadas e aparelhos de ar condicionado, mais eficientes.

A distribuidora estima que o potencial de geração de energia fotovoltaica no Paraná alcance 18 GW. O volume é superior à capacidade de produção de Itaipu, com 14 GW.

Clique aqui para ler a matéria completa do Portal Solar!


Voltar