Honestidade Consciente

Todos estamos vendo um processo de transformação acontecendo no país com o crescente combate à corrupção em todas as esferas da sociedade. De políticos a empresários, passando por profissionais, donas de casa e motoristas, cada vez mais a sociedade cobra transparência e honestidade no lugar do tradicional jeitinho brasileiro.

O motivo desse combate é muito simples: o país deve muito de suas mazelas e falta de investimentos aos desvios em todos os setores administrativos. Mas não pense você que só isso é que gera pobreza e serviços públicos ruins.

  • Você sabia que o seguro do seu carro é mais caro porque muita gente não fala a verdade na hora da contratação?
  • Mas não é só seguro que você paga mais caro: as omissões e mentiras aumentam (e muito) o custo de empréstimos, de financiamentos, de serviços públicos e de produtos em geral.
  • O interessante é que esses “delitos” (pequenos e grandes) como fazer gato de eletricidade ou TV à cabo, consumir produtos no supermercado sem pagar, falsificar documentos ou pagar um “por fora” para autoridades não são praticados apenas por políticos corruptos ou bandidos: eles fazem parte do cotidiano de todo tipo de pessoa, da dona de casa ao executivo mais qualificado. E quem sofre são tanto as pessoas que cometeram como todas aquelas (a maioria) que não fizeram nada de errado.

Aí você pensa: que bom que estamos no Programa Eletricista Consciente! Aqui, pelo menos, esse tipo de coisa não acontece! Pois vamos revelar uma realidade chocante: acontece sim. E quem faz isso?

O Programa, uma vez que é gratuito, conta com uma equipe de apoiadores, patrocinadores e especialistas que têm um único objetivo: estimular a formação dos eletricistas de todo o Brasil, contribuindo para a valorização da categoria. Isso é feito com muito trabalho duro e amor. Você já pensou quem paga para gerar tanto conteúdo exclusivo, manter sempre tudo funcionando e, ainda, dar prêmios? Pois é, tudo isso é feito sem cobrar nada de nenhum participante.

Por conta disso, é lema da equipe ser muito rigorosa na aplicação das regras do Programa. Aqui, como diz a Constituição, todos são iguais perante a lei. Tudo o que fazemos é gerenciado por sistemas e auditado para que ninguém seja favorecido ou prejudicado. Queremos que todos sejam reconhecidos pelo seu esforço. Mesmo que muitas vezes surja alguma dúvida sobre qualquer item, nunca deixamos de explicar porque nada temos para esconder. Você sabia, por exemplo, que não validamos certificações de Engenheiros se eles não tiverem uma de Eletricista também? Ou seja, não interessa a importância do diploma mas o foco.

Porém, é com grande tristeza que vemos cada vez mais participantes tentando burlar as regras e fraudar o sistema de premiação. Embora os prêmios não sejam de grande valor financeiro, escolhemos ferramentas de trabalho que ajudem os ganhadores de cada etapa a melhorar a qualidade de seus serviços.

Quando alguém tenta fraudar o sistema para ganhar algum desses produtos, seu ganho é pequeno mas o prejuízo daqueles que lutaram e perderam é grande. Em qualquer grupo social, quando alguém ganha injustamente outro perde injustamente. Para o Programa, o custo é o mesmo: para o grupo, não.

E como os participantes tentam fraudar o sistema?

  • Abrindo múltiplas janelas para assistir ao mesmo tempo vários webinars e vídeos – se o foco do Programa é o aprendizado, cada conteúdo tem que ser absorvido com tempo adequado para que se aprenda e o aprendizado seja fixado.
  • Abrindo várias janelas para contabilizar a leitura de notícias no menor tempo possível – mesmo caso acima: foco na pontuação e não no aprendizado.
  • Convidando parentes e/ou amigos para participar do Programa – se eles forem eletricistas, ok. Mas muitos não são e isso gera participantes cujo foco é apenas pontuar e ganhar.
  • Fazendo o máximo de pontuação num só dia – mais uma vez, não se trata de ter pouco tempo disponível. O negócio é conquistar pontos de uma vez (muitas vezes no final da rodada) para ganhar.

Como tudo é monitorado, a maioria dessas tentativas acaba sendo percebida e barrada. Evitamos pelo menos 99% dos casos. E por uma cortesia da equipe, as pessoas são notificadas e perdem a pontuação considerada irregular mas não são desclassificadas. Muitos até tentam alegar que não sabiam mas acabam cedendo às evidências.

Só que decidimos que já houve tempo suficiente para “equívocos” e “mal entendidos”. Decidimos publicar esta matéria para deixar claro que esse tipo de prática de alguns (felizmente são bem poucos) não será mais tolerada. Isso significa que qualquer um que fizer qualquer uma das coisas listadas acima ou qualquer outra prática que seja considerada irregular não perderá apenas a pontuação obtida dessa forma mas TODA a pontuação da rodada.

E, como o objetivo é a qualificação profissional, este ano ainda vamos acrescentar uma exigência para ficar nos primeiros lugares do ranking: ter uma Certificação reconhecida pelo Programa. Isso não será implementado de uma hora para outra mas é mais um compromisso do Programa com a qualidade dos profissionais. Se você tem uma certificação e ainda não enviou, a hora é agora.

Afinal, ser um Eletricista Consciente é mais do que estar bem informado e ter uma boa formação técnica. Consciente é aquele que pratica a ética, a honestidade, as boas práticas profissionais e conquista clientes pela qualidade de seu trabalho. Exige um pouco mais de esforço mas todos ganham com isso.

Como queremos que todos estejam cientes, esta notícia dá 1.000 pontos para quem lê.


Voltar