Sete Pecados da Elétrica: Avareza – Rafael Peniche

2018 já começou e vamos retomando os trabalhos por aqui! Essa é a época do ano que os eletricistas são mais requisitados aqui no Brasil, afinal com a ajuda do décimo terceiro salário muitas pessoas fazem a reforma em seus lares. Mas entre um trabalho ou outro podemos notar vários pecados da elétrica e também gambiarras, se você quer ver sua história por aqui mande um e-mail para nós, duvidas@eletricistaconsciente.com.br . Ah, a pontuação extra ainda continua valendo, ok?

Hoje vamos contar a história de um dos participantes mais ativos aqui do Programa Eletricista Consciente, o Rafael mandou a sua história no final do ano passado contado como os seus clientes pensando mais em dinheiro do que na segurança da instalação elétrica. Veja o relato:

“Certa vez me deparei com uma gambiarra feita por um eletricista preguiçoso que foi tentar dar o famoso jeitinho  brasileiro, ao contrário de oferecer uma instalação segura para o cliente.

Mesmo com pouco recurso disponível para eu realizar o trabalho e até com limitações financeiras impostas pelo o cliente, consegui uma boa melhoria na instalação elétrica para duas bombas de água de uma piscina, o que resultou em mais segurança para o operador dos motores.

Com a instalação de um timer, as bombas funcionam em modo automático; essa segurança aumenta porque agora há isolamento das partes vivas, além de acesso restrito ao ambiente de acionamento dos motores. Vale lembrar que o primeiro orçamento que dei foi para a montagem para um painel certificado e que atendesse a NR10 e a NBR 5410.

Mas escutei muito síndico/cliente dizer: ‘O condomínio não tem dinheiro, estamos em crise também!’  Mas a  verdade é ninguém tá nem aí para segurança!!! Abraços a todos, e fiquem com Deus.”


Voltar