Maioria dos Eletricistas é Autônoma e Trabalha em Residências, diz Pesquisa

Você, como profissional da área, deve conhecer diversos outros parceiros e profissionais que também atuam no mundo da elétrica. Porém, além das informações que trocamos com nossos amigos e conhecidos, pouco se conhece sobre o estado da profissão de eletricista no Brasil. A ausência de regulamentação (clique para ler uma matéria especial sobre o tema) e a dispersão dos profissionais pelo território torna difícil apurar com precisão qual a realidade do eletricista no Brasil.Felizmente, podemos contar com a ajuda de profissionais como o Everton Moraes, da Sala da Elétrica, para conhecer um pouco mais sobre os eletricistas e melhorar cada vez mais o programa. Recentemente, o Everton realizou uma pesquisa com milhares de profissionais da área da elétrica que trouxe dados importantes para conhecermos melhor o panorama da profissão.

44% dos respondentes afirmaram atuar como eletricistas autônomos, contra 19% que não atuam nessa modalidade. Além disso, 35% afirmou que atua como autônomo nas horas vagas, reforçando a importância de valorizar e destacar a formação para os profissionais que atuam dessa maneira. Como autônomos, muitas vezes a certificação não é valorizada na formação dos eletricistas. É importante que todo e qualquer profissional que mexa com elétrica tenha conhecimento sobre o tema, conheça as normas e aja dentro dos padrões de segurança, pois só assim podemos garantir instalações seguras e eficientes para todos, além de valorizar a profissão.

Em outra questão, foi perguntado sobre quais os lugares que os profissionais atuam. Mais de 80%  afirmaram lidar com instalações elétricas de residências, 50% em comércios e 41% em indústria, reafirmando a importância do eletricista saber lidar com dispositivos de segurança e explicar o seu funcionamento para o consumidor.

 


Voltar