Diferencial residual: o que é e para que serve?

O Termo DR vem das iniciais de Diferencial Residual, que é a metodologia usada para que este dispositivo funcione. Mas o que ele faz?

DR é um dispositivo eletrônico que tem a função principal de detectar correntes de fuga em um circuito elétrico e seccioná-lo.

Ele fica de olho na corrente de fuga de um circuito, que pode ser gerada por uma falha neste circuito, ocasionado por um isolamento do condutor danificado, uma parte metálica encostando no condutor (não na capa isolante), umidade nos eletrodutos ou nas caixinhas e falha em equipamentos como geladeira e máquina de lavar, entre outros.

O DR fica medindo essa corrente de fuga e, quando ela ultrapassa os valores para os quais ele foi ajustado (por exemplo, 30mA), ele abrirá seus contatos, evitando que a energia elétrica continue chegando naquele ponto ou continue circulando naquele circuito que tem problemas. Dizemos que ele desliga o circuito que tem problemas.

Mas para que desligar um circuito com fuga de corrente?

Este é o segredo. Uma corrente de fuga pode ser a responsável por uma energização de uma parte metálica que, exposta, pode levar uma pessoa ao choque elétrico. Esta fuga de corrente pode também ser o próprio choque elétrico que alguém tenha sofrido e, por este motivo, deve ser interrompido imediatamente.

O DR tem essa função: desligar a energia desse circuito com problemas imediatamente ou em tempo suficiente para que uma pessoa não sofra danos ou, pelo menos, não fique exposta ao risco por muito tempo.

Um estudo mostra que correntes acima de 30 miliamperes passando pelo coração de um ser humano mediano pode causar a fribrilação cardíaca, sendo o responsável por uma parada cardíaca.

O DR é conhecido por ser o dispositivo que evita o choque elétrico. Na prática, ele não evita mas minimiza os efeitos do choque elétrico em pessoas e animais, sendo um dispositivo muito importante para qualquer instalação elétrica.

Pela norma técnica que rege a construção de uma instalação elétrica de baixa tensão, ABNT NBR 5410, o DR tem sua instalação obrigatória em circuitos que atendam às seguintes condições:

a) Circuitos em locais com banheiras e chuveiros;

b) Circuitos com tomadas em áreas externas;

c) Circuitos de tomadas internas que alimentem equipamentos externos;

d) Circuitos em áreas de habitação com pontos de utilização em áreas úmidas;

e) Circuitos em áreas não-residenciais com pontos em áreas úmidas.

O DR é muito importante na preservação da vida das pessoas e dos animais e deve estar presente em todas as instalações elétricas.

Para que haja proteção sempre, recomendo que circuitos elétricos contem sempre com o DR.

Edson Martinho é Engenheiro Eletricista, palestrante e colunista.


Voltar